♫Tsukiko Amano- Chou

13 jul

Konnichiwa minna! Ongeki desu ka?

Alguém aqui já jogou Fatal Frame? *-* Quando eu ainda tinha PS2, eu tinha o Fatal Frame 2 e 3. O problema é que o 3 era inteiramente em japonês, e o mais engraçado vem agora, eu, de alguma forma sobrenatural, entendia tudo o que estava se passando no game, mas quando as minhas irmãs me perguntavam o que estava acontecendo, eu não sabia explicar direito. Problem?

Enfim, a canção que eu trago nessa postagem, é da diva Amano Tsukiko, responsável pelas outras canções themes de Fatal Frame ♥ Essa canção aqui, é theme do F.Frame 2.

Espero que gostem!

Letra e tradução musical ♫
Chou

Chika ni moguri ana wo horitsudzuketa Doko ni tsudzuku ana ka wa shirazu ni Tsuchi ni nureta suko-pu wo katate ni Kimi no ude wo sagashite ita

Tsugihagi no shiawase wo yoseatsume makinagara Kimi no tsuyosa ni oshitsubusareteta

Yaketsuki Yaketsuki Hagarenai tenohira no ato Chigireta tsubasa de akaku somaru kumoma o saite Jouzu ni habataku watashi wo mitsukete

Mayu ni komori egaita eien wa Doko ni mebuki hana hiraku no darou Asa wa yagate yamiyo wo tsuremodoshi Watashi no me wo ubatte yuku

Tsukiakari Tesaguri de kasaneai motsurete wa Kimi no arika ni nareru to shinjita

Moetsuki Moetsuki Modoranai yakusoku no basho Chigireta itami de kuroku somaru daichi wo kakete Jouzu ni habataku watashi wo mitsukete

Sakendemo kikoenu nara Sono te de kowashite hoshii Mada watashi wo “watashi” to yoberu uchi ni Dakitomeru kimi no ude ga odayaka na chiri ni kawaru Tada shizuka ni Sora wo aoida

Yaketsuki Yaketsuki Hagarenai tenohira no ato Chigireta tsubasa de akaku somaru kumoma o saite

Moetsuki Moetsuki Modoranai yakusoku no basho Jouzu ni habataku watashi wo mitsukete


Borboleta

No fundo do subterrâneo, eu continuava cavando um buraco Sem saber aonde iria levar. Com um ocular coberto de sujeira em uma mão, Eu procuro pelo seu braço.

Desenhando juntas uma felicidade de colcha de retalhos, e costurando-a Eu fui esmagada pela sua força.

Queimando Queimando As cicatrizes inapagáveis deixadas pelas palmas das suas mãos. Abro uma fenda nas nuvens crepúsculas com minhas asas rasgadas, Veja, eu posso flutuar melhor do que você pensava.

A eternidade com a qual sonhei enquanto confinada no meu casulo Aonde levará a semente e florescer? A manhã eventualmente virá e trazer as trevas de volta para casa. E deixará meus olhos longe de mim

Apalpando Para você pela luz da lua, sobrepondo e emaranhando com você, Eu acredito que eu poderia me tornar seu verdadeiro esconderijo.

Queimado, Queimado, O lugar da nossa promessa que nunca irá retornar. Corra através da terra mancha de preto com uma agonia rasgada Veja, eu posso flutuar melhor do que você pensava.

Se você não pode me ouvir, Mesmo que eu grite Eu quero que você me destrua com as suas próprias mãos Enquanto você ainda puder me segurar, querida. Seus braços que me seguram Se transformam em uma gentil poeira Eu apenas olho para o céu, silenciosamente

Queimando, Queimando, As cicatrizes inapagáveis deixadas pelas palmas das suas mãos. Abro uma fenda nas nuvens crepúsculas com minhas asas rasgadas

Queimado, Queimado, O lugar da nossa promessa que nunca irá retornar. Veja, eu posso flutuar melhor do que você pensava.

Letra e tradução por Letras.mus.br

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: