GameReview- Akane: Remastered

23 jan

*RPGMakerHorror*

capapost

Boa noite minna! Ou boa tarde ou bom dia, dependendo da hora em que você estiver lendo isso :)
Hoje trago mais um review para vocês e dessa vez, irei abordar o game de rpgmaker – Akane: Remastered.

Sinopse: ” Ontem à noite, meu pai deu uma festa e convidou alguns de seus amigos. Naquela noite, fui mandada para a cama cedo. Eu mal conseguia dormir. Eles eram tão barulhento. Mas no final, eu notei-a. Por um curto período de tempo pelo menos… ”
Obs.: O Jogo é curto e possui dois finais.

Pequeno aviso rotineiro:

Essa postagem poderá conter conteúdo-spoiler. Se você pretende jogar “Akane: Remastered“, não leia essa postagem. Agora que foram avisados, o blog não se responsabilizará por nenhum ato seu.


3.png

O game, em si, possui uma arte bem simples. Na tela de título temos apenas uma tela preta com uma caixa de opções,como você pode ver na imagem acima. O jogo não possui nenhuma imagem trabalhada ou cena, muito menos a parte visual dos personagens ( o que seria bem legal de ver).
O jogo também é bem curtinho então, em poucos minutos você consegue termina-lo pegando os dois finais e ainda tendo acesso à sala bônus.

Apesar de eu ter dito que o jogo possui uma arte bem simples, levando em consideração aos gráficos, eu diria que esse tipo me atrai muito mais! Não sei explicar o porquê mas acredito que seja influência por meio dos games de horror clássicos que eu já joguei, por ex.: Sand Man, Amayado Bus Stop, Paranoiac, Misao e etc.
O que vou escrever agora é bem controverso, mas apesar do game ser de terror sinto que o gráfico, pra mim, é bem aconchegante a ponto de tornar-se num sentimento bem agradável.

X———X———X

A História

capa

Sobre a história do jogo, confesso que ela ficou um pouco confusa, mas temos que levar em consideração de que o jogo levou apenas uma noite e um dia para ser finalizado.
Então, ao meu ver, fizeram um bom trabalho em pouco tempo.
Mas não deixo de acreditar que, se tivessem levado mais tempo ou trabalhado na história mais profundamente, posteriormente, acredito que Akane: Remastered. seria mais um jogo que marcaria muitas vidas de jogadores que gostam desse gênero.

Entrando em detalhes da história em si, como personagens principais, temos Akane e a Monster demônio.
O começo é normal até que, alguns eventos acontecem e acabam criando um grande mistério porque: O pai de Akane estava dando uma festa até que de repente, ela acorda no meio da noite por causa de um barulho estranho.
Akane então resolve dar uma olhada na casa e é aí que a nossa aventura começa.

5
Durante a investigação de Akane, ela descobre muitos corpos e sangue em vários cômodos, e claro, há vários momentos de perseguições envolvendo a Monster demônio. Porém, algumas dessas perseguições envolvem pequenos “puzzles” que, são super simples de resolver.

Em um cômodo em especial, ela encontra um diário e é aí que você pensa: “Opa! É agora que a história fica interessante!”, e bem, a história realmente fica interessante!
O que temos no diário é alguns relatos de uma doença desconhecida que gera raiva intensa e que pra isso, a pessoa com a doença precisa ingerir remédios pra controla-la. Porém, durante o diário, é visível o grande desespero porque o remédio está acabando.

X———X———X

Sobre os finais: O Final Bom

4.png

Pra pegar o final bom você precisa fazer o remédio e bem, se você pegar o final ruim, com certeza, você não vai entender NADA da história.

No Final Bom, como eu já disse, além de fazer o remédio, você tem que achar uma chave em um depósito de barris e bem, dá muito medo nessa hora porque você fica com aquela sensação de que vai acontecer alguma coisa!
Quando encontra-se a chave e destranca a sala, temos um ambiente que fica bem iluminado posteriormente, e, temos uma foto de família na parede. Nela tem a mãe e a Akane, senão me engano.
Logo em seguida entra a mãe de Akane, a Rachel, e revela que era ela a pessoa do diário, a pessoa que tem a doença que gera raiva e que o motivo dela ter contraído essa doença foi por causa do marido dela, pai de Akane, que a traia com uma outra mulher.
Infelizmente, por causa dessa doença, ela vivia dopada de remédios e trancada e isso gerou uma raiva tão grande nela que, disfarçada de demônio, a própria mãe, a Rachel, teria matado todos da festa e que a próxima seria Akane, sua própria filha.
Isso explica o porquê do barulho estranho que Akane ouviu durante a noite.
Uma coisa bizarra é a confissão da mãe que diz que escondeu a carne dos mortos dentro de um urso de pelúcia, mas o mais bizarro mesmo é o final do game na qual a Akane consegue fazer com que sua mãe ingira o remédio deixando- a tranquila e logo em seguida, Akane põem fogo na casa, em tudo, e simplesmente vai embora pra começar uma vida nova.
Cadê o remorso? O sentimento pela perca da família?

———

O Final Ruim

Bem, se você não fizer o remédio e entrar na sala, a mãe (A Rachel) aparecerá e então matará a filha. E fim, esse é o final ruim.
Por isso que digo que, se você fizer o Final Ruim da história primeiro, você não irá entender nada.

———

A Sala Bônus

2.png

Bem, não tenho muito o que dizer mas a sala bônus é apenas um ambiente para saber mais sobre os personagens, sobre o que gostam e o que não gostam e mais alguns informações sobre o jogo.
Sobre o 00:00 no canto da tela, isso é referente à um bug que deu enquanto eu jogava.

X———X———X

Pontos Positivos

akaneof

  • O ambiente do jogo é bem escuro então com a junção da trilha sonora, ambos conseguem por si só, criar um clima tenso e que realmente dá medo.Você fica com medo de abrir uma porta e ter um JumpScare.
  • Esse não é um ponto positivo importante, mas como eu disse acima, o gráfico mais pixelizado usado nesse jogo, passou-me uma sensação muito aconchegante. Então gostei disso.
  • A trilha sonora ou as BGMs usadas no game deram um tcham a mais!

Pontos Negativos

demoof

  • A história ficou um pouco confusa e sinto que poderia ter tido um desfecho melhor.
  • Senti falta de algumas SE no game, em outras palavras, aqueles áudios mais ligados ao barulho de porta, de chave e etc. Acredito que o uso deles poderiam ter dado uma incrementada a mais na parte dos efeitos áudios/visuais.
  • O jogo possui alguns bugs simples, como ex.: Eu levei game over em uma determinada parte do game, porém quando fui voltar, apareceu uma mensagem de erro e tive que fechar o jogo e abrir de novo. Só assim o menu me permitiu que eu continuasse o game de onde eu parei.
    Obs.: Isso aconteceu comigo mas pode ser que não aconteça com você. Então se não der bug, que ótimo!
  • O jogo é muito curto e não possui nenhum tipo de JumpScare. Eu diria que no máximo, só terá um clima de suspense.

 Apesar disso tudo, confesso que gostei bastante da ideia usada no game, do ambiente. Senti como uma leve referência, um pouco de Mad Father, então isso foi um ponto positivo pra mim.
Mesmo que o jogo tenha sido curto, gostei da experiência, embora eu acredito que a história poderia ter sido um pouco melhor, digo isso no sentido de que ela poderia ter sido trabalhada mais durante o jogo e não apenas, somente, na introdução e no final de cujo. Talvez seja uma exigência da minha parte, mas não desmereço o game.

Eu dei uma pesquisada e vi que esse jogo tem uma versão mais velha e que Akane: Remastered é uma versão melhorada. Eu não joguei essa outra versão, mas acredito que seja a mesma coisa.

Enfim, para quem está iniciando nesse pequeno mundo de games do estilo RPG MAKER Horror, Akane: Remastered é uma ótima indicação por ser um jogo curto e sem muito sustos.

Espero que tenham gostado do review ♥
Nos vemos na próxima postagem!
Bye ♥

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: