O novo personagem Otaku da Globo – Daijoubu?

23 maio

É exagero se preocupar com o novo personagem otaku da globo?

Resultado de imagem para força do querer goku

Olá pessoal! Como vocês estão?

Após um tempo analisando a nova novela da globo, eu finalmente decidi escrever sobre o assunto. Eu decidi trazer o meu ponto de vista a respeito mas de forma crítica construtiva.

A nova novela da globo, “A força do querer”, traz em sua composição um personagem otaku

Quando eu soube da notícia pela minha amiga, ambas tivemos o mesmo pensamento: “seremos zoadas pelo os nossos pais”. Com isso, eu acredito que muitos também devem ter ficado um pouco preocupados e até ansiosos para ver como esse tema seria trabalhado na novela.

Bem…

Até agora, eu só consigo me sentir constrangida ao ver as cenas do rapaz.

Eu não sei qual foi o objetivo da emissora, não sei se eles fizeram na intenção de:

  1. Abordar o assunto (de maneira cômica?) na tentativa de mostrar uma parte da cultura pop japonesa 
    Ou
  2. Abordar os lados negativos dessa nova “geração”, agora com o crescimento de cosplayers e adeptos da cultura pop japonesa.

Eu, sinceramente, tento acreditar que eles tentaram trazer o primeiro tópico mas algo deu errado e acabou resultando na segunda hipótese. O grande problema disso tudo é que ao invés de mostrar algo novo para a sociedade, a qual difere da nossa cultura, isso vai ser só mais um motivo para chacota, para o crescimento de comentários e comportamentos ignorantes e obviamente, pessoas ignorantes (que julgam outras pessoas faltando com todo o respeito).

Muitos começaram a dizer que era desnecessário toda essa polêmica, que era o mesmo que criar uma tempestade em um copo d’água, mas eu totalmente discordo e até acho super normal que o assunto ganhe tanta repercussão negativa. Isso por que:

  1. Na novela é citado que o “Yuri” já foi reprovado e a própria cena dá a entender que a causa disso foi o cosplay;
  2. Os cosplayers estão sendo retratados de uma maneira negativa, como se eles fossem completos estranhos que, até para se comunicar com as pessoas, usam somente o telefone;
  3. Tudo bem que o personagem é um adolescente como qualquer outro e que, quase o mundo inteiro é viciado no próprio celular, mas… Por que abordar a questão do uso excessivo do celular alienado ao cosplay? A ideia não parece um pouco… exagerada? Parece até que a causa disso é o cosplay e que ele é o típico “otaku” que “vive de verdade na internet”.
  4. Se o tema é sobre um cosplayer, então por que ele só vive de Goku? Não seria interessante ter uma variedade de personagens e comportamentos? [Claro visando como é feito todo o trabalho e a preparação de um cosplayer]
    E gente… eu nunca parei para assistir DB, mas o Goku se comporta realmente daquela forma?
  5. O tal do “daijobo” e o sotaque espanhol-chinês para falar em japonês.
    Nem preciso dizer que em certos momentos essa palavra se torna desgastante! Além de ser pronunciada errada (sim, eu sou bem chata com isso), o personagem fala de um jeito tão… erroneamente idiota, com um sotaque nada haver, que até a “mãe” dele o olha com um certo desprezo (vergonha).

E não, não me venha com “é o jeito do brasileiro falar” que quando um gringo ou alguém leigo pronuncia uma palavra em português errada, essa pessoa é caçoada e logo vira meme!

Enfim, eu poderia dar mais mil motivos do porquê o personagem é todo errado, mas eu decidi não fazer isso e sim, mostrar um lado muito doentio que está sendo usado como base para o personagem. O que eu quero dizer é – Não, Yuri não é um cosplayer.

Primeiro, vamos à etimologia da palavra Cosplay!

  1. Cosplay é um termo em inglês, formado pela junção das palavras costume (fantasia) e roleplay (brincadeira ou interpretação). É considerado um hobby onde os participantes se fantasiam de personagens fictícios da cultura pop japonesa.
  2. Cosplay é a arte de se transformar em um personagem utilizando de maquiagem, interpretação, vestuário e demais técnicas exigidas pelo alter ego do artista ou do personagem que está interpretando. Cosplayers são entertainers que podem fazer uso de sua arte cosplay com finalidade de hobby ou profissional, porém, acima de tudo, cosplayers são artistas completos da sociedade contemporânea.

*Obrigada Wikipedia!

Então, como acabamos de ver acima, Cosplay é uma arte. Se você discorda e acha que quem faz isso é um bando de idiotas fantasiados, então deixe-me apresentar-lhe um argumento – A definição de cosplay coincide com o atual trabalho da atuação. Então, os atores e as atrizes são um bando de idiotas?

Enfim, eu notei que o personagem vive a novela toda apenas de Goku. Não importa para onde ele vá, seja na rua ou em casa, ele é apenas o Goku.

E eu tenho uma triste notícia sobre isso – Diante dessa situação, ele não é mais um cosplayer e sim um Weeaboo.


OTAKU X WEEABOO

Resultado de imagem para lucky star konata

No Japão, Otaku é uma denominação para fãs extremamente fanáticos e obcecados por animês. E a maioria não é muito bem vista pela sociedade (embora eu acredite que isso tenha mudado um pouquinho).

Fora do Japão, os “otakus internacionais” não são tão obcecados por animês na mesma intensidade que os japoneses são. Claro, sempre existe pessoas que são fanáticas ao extremo, mas ser otaku [no Brasil] não o impede de ter uma vida social normal com amigos, na escola e no trabalho.

Sobre os cosplayers, é super normal a pessoa querer ser o personagem, trazê-lo à realidade e obviamente, tentar fazer isso com eximia perfeição. Mas um cosplayer não vive apenas de um personagem. Uma vez que ele se apaixona pela arte, ele vai estar sempre buscando novidades, desafios novos e claro, vai querer mostrar seu trabalho para todos.

O problema é que quando um otaku/cosplayer passa a viver um determinado personagem 24/7 (24h por semana), adotando vestimentas e comportamentos diferentes do usual, ele deixa de ser um fã para ser um Weeaboo, pois agora ele não está mais interpretando e sim obcecado, vivendo aquele personagem literalmente.
Ou seja, ele está vivendo uma ilusão que ele acredita ser o “verdadeiro ele”.

É mais fácil explicar como é um Weeaboo através de um vídeo com exemplos:

* Eu irei escrever uma postagem depois sobre weeaboos, mas por agora, isso é tudo o que precisamos saber :)

Voltando ao assunto do “Yuri, não me chame disso, me chame de Kakarotto Son Goku”, infelizmente a emissora acabou distorcendo o personagem e o transformou em um weeaboo com a desculpa de que ele é otaku/cosplayer.


POR QUE O GOKU?

Resultado de imagem para goku globo

Ah! Eu gostaria de chamar a atenção para um detalhezinho de nada……. Por que escolheram o Goku?

Como eu nunca assisti DB direito a ponto de entender a história, eu decidi pedir ajuda aos universitários!
Eu estava conversando com minha amiga sobre isso e bem, ela me explicou que o Goku é de certa forma, um personagem irresponsável, principalmente em relação à família dele. De acordo com ela ele é irresponsável sobre as atitudes dele com a família, por exemplo ele não sabe ser pai basicamente, deveres dele como pai e marido alias, ele se importa só com lutas e essas coisas. Por exemplo, em muitos eventos da serie ele sumiu por anos e esteve ausente da vida dos filhos dele

Como exemplo, minha amiga me recomendou essa parte do animê que demonstra, de forma bem clara, a personalidade do Goku e da esposa dele, e como ele se porta em relação à seu filho e ao seu dever como marido:

 Porém, não podemos esquecer sobre a história do Goku, de onde ele veio e porque ele é dessa forma. Um outro ponto bem interessante sobre a personalidade dele é que ele é um personagem muito inocente também. Ele não entende muita coisa, ainda mais quando se trata do sexo oposto, como vocês podem ver no vídeo abaixo.

A falta de informação associada com a inocência acaba fazendo com que Goku não saiba, exatamente, quais são suas responsabilidades diante da família e esposa (mesmo que ChiChi brigue com ele, ele ainda continua do mesmo jeito).
Como ele é um Saiyajin por natureza, sua responsabilidade acaba se voltando para a luta- lutar contra o mal e proteger o planeta.
E observando esses aspectos, poderíamos dizer que o Goku continua com o seu espírito de criança mesmo sendo um adulto, devido às suas ações.

E agora que vem o ponto interessante: “O que aconteceria se utilizássemos a personalidade infantil de Goku?”

Eu tenho duas teorias para isso!

1- Goku seria uma boa referência para abordar a questão da falta de responsabilidades, a falta de noção da importância dos estudos, do futuro emprego e até mesmo a importância da própria família (aqui no caso, pai e mãe). Como Yuri é um jovem irresponsável e despreocupado, então faz todo sentido usar esse lado negativo(?) do Goku;

2- E teoria número 2, mas não menos importante é que Goku é um personagem muitoo famoso! Aqui no BR até hoje esse personagem é exaltado e comentado.

Enfim, muitos podem concordar ou discordar do meu ponto de vista mas, é interessante pensar nisso – Se Yuri é um cosplayer, por que escolheram o Goku e não o Naruto, o Luffy ou o Ash? E por que somente Goku?

Observação: Não estou dizendo que o Yuri está fazendo cosplay de um Goku irresposável, fazendo cosplay das irresponsabilidades dele, e sim que infelizmente estão usando esse lado negativo do Goku para justificar o Yuri. “Ah, porque adolescente é assim mesmo”.


POR QUE ISSO É RUIM? :(

Obviamente porque, infelizmente, o Brasil ainda não está totalmente acostumado com essa novidade, então ainda há uma certa resistência e discriminação da sociedade (não vou generalizar, mas eu diria que a maioria das pessoas ainda não se adaptaram com a novidade).

E com essa certa discriminação + todos os tópicos que eu citei acima (isolamento – contato só pelo celular, reprovação na escola, comportamentos duvidosos), é óbvio que isso só vai resultar em mais discriminação, preconceito e preocupação. Como se fosse uma doença nova. 

As pessoas irão olhar e pensar:

  1.  Ah, ainda bem que meu filho não é retardado como esse moleque. 
  2. Nossa, esses perdedores deveriam morrer (geralmente jovens que pensam assim)
  3. Nossa, eu venci na vida depois de ver o “Goku da globo”
  4. O meu filho (A) tá indo ruim na escola por culpa de animês! Essa coisa é do demônio!
  5. Meu Deus! Preciso ligar pra todo mundo pra assistir a novela e prestar mais atenção nos filhos. Isso é preocupante!

E por aí vai…

Eu conheço muitos otakus no Brasil que não agem dessa forma e que levam uma vida normal. Se a globo queria retratar um otaku weeaboo, então qual a necessidade? Isso já não passa a ser discriminativo?
Mas, analisando o outro lado da moeda, a maioria dos otakus, fãs e/ou cosplayers realmente agem dessa forma vergonhosa? Ou é apenas uma minoria?

Enfim, já tem muitos memes na internet a respeito e todos sabem que os brs não perdoam, e, é compreensível a preocupação que os fãs de animês sentem em relação à isso, afinal, pelo menos até agora, o personagem não trouxe nenhuma utilidade pública, apenas uma imagem distorcida e estereotipada.

Essa não é a primeira vez que a emissora traz algo relacionado ao Japão, mas esse personagem é um tanto quanto perturbador. Esperemos que isso mude e sinceramente, vamos ver qual a mensagem ou lição que a emissora quer passar.

E por fim ~~ ♥ 

Um vídeo ensinando a pronuncia correta de “Daijoubu”!

Não é Dai.jô.bô!
É DAI.JO.U.BU!

Deixem suas opiniões a respeito!

Uma resposta to “O novo personagem Otaku da Globo – Daijoubu?”

  1. Wanderingsoul 01/06/2017 às 8:52 pm #

    Nossa! Que bizarro!
    Na verdade, o lance das novelas não é representar uma cultura, estilo de vida, um jeito de ser… Nada disso, o lance das novelas da Globo é causar polêmica! Quanto mais polêmica, melhor!

    Ou você acha que a novela tem personagens gay/lésbica porque esta tentando ser mais inclusiva, liberal, diversificada… Nada disso, o lance é causar polêmica, porque se tem polêmica, quer dizer que todos estarão falando (fofocando) acerca da novela. Globo é especialista nisso, cada novela tem sua polêmica própria, criada pra “causar” mesmo.

    DAIJÔBÔ?!?! Me segura senão vou pular pela janela! XD (tinha que ser coisa Globo)

    Escolheram Goku porque é o personagem de anime mais popular do Brasil, porque todo mundo com mais de 25 anos iria reconhecer (infelizmente) e também acho que ele poderia se “disfarçar” de personagens diferentes, pois se for só Goku… enjoa muito rápido.

    Acho que se o “tema polêmico” da vez fosse um personagem gamer hardcore, não seria diferente (se tratando da Globo) pois seria outra aberração… Ainda bem que eu não assisto TV.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: